Juiz Ernani Mendes do TJPR ordena a desocupação dos manifestantes pró-Lula


NOTA –  Em virtude da ocupação de áreas no entorno da sede da Polícia Federal de Curitiba por manifestantes pró-Lula, a municipalidade ingressou com ação de interdito proibitório contra os movimentos e indivíduos que estariam promovendo esta ocupação irregular, a fim de que fosse emitida ordem de proibição de montagem de estruturas e acampamentos nas ruas e praças da cidade, sem prévia autorização municipal.
Tão logo recebida a ação, o juiz do Plantão Judicial da Região Metropolitana de Curitiba – PR, Dr. Ernani Mendes Silva Filho, deferiu o pedido liminar determinando a expedição de mandado proibitório “… para que os réus se abstenham de transitar nas áreas descritas na inicial, não impeçam o trânsito de pessoas e coisas na mencionada área, bem como se abstenham de montar estruturas e acampamentos nas ruas e praças da cidade”.
Fundamentou o juiz esclarecendo a distinção entre os limites do direito da liberdade de manifestação com a desordem completa e total, senão vejamos:
Não pode se confundir direito à manifestação com desordem, sob pena de se deixar de lado o Estado de Direito, com a obediência das normas legais vigentes e que, sob hipótese alguma ou sob pretexto algum, podem deixar de ser observadas por quem quer que seja. Este é o princípio a nortear o Estado de Direito.”
Com esta decisão todas as barracas montadas hoje pelos manifestantes pró-Lula e demais estruturas deverão ser desmontadas e os manifestantes deverão dispersar para outras localidades, garantindo-se a rotina dos moradores e comércios da região e a segurança da sede da Polícia Federal.
Esta decisão do juiz plantonista é mais uma vitória da democracia contra a brutalidade e desordem promovida pelos manifestantes pró-Lula que comprovadamente tentam impor uma escalada de violência, censura, depredação e ilegalidades, conforme podemos ver nos atos por eles praticados nos últimos dias e também através do último discurso do condenado Lula que ordenou a sua militância que fizesse a revolução, ocupação, greves e queimada de pneus.
(Processo de nº 0008301-46.2018.8.16.0013 – TJPR).
FONTE:http://odiarionacional.org/
Share:

Nenhum comentário:

Categories

Ordered List

  1. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  2. Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  3. Vestibulum auctor dapibus neque.

Sample Text

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation test link ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Definition List

Definition list
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.
Lorem ipsum dolor sit amet
Consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Support

Need our help to upload or customize this blogger template? Contact me with details about the theme customization you need.

Pages

Visitas das Naçoes

LEIA E IMPOTANTE

Atenção Todos os links e arquivos que se encontram no site, estão hospedados na própria Internet, somente indicamos onde se encontra, não hospedamos nenhum CD ou programa que seja de distribuição ilegal. Qualquer arquivo protegido por algum tipo de lei deve permanecer, no máximo, 24 horas em seu computador. Eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou compra-lo após 24 horas. A aquisição desses arquivos pela internet e de única e exclusiva responsabilidade do usuário. Os donos, webmasters e qualquer outra pessoa que tenha relacionamento com a produção do site não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o usuário venha a baixar e para que irá utilizá-los.
O que diz a lei brasileira: A Lei 10.695/03 resolve definitivamente a polêmica questão acerca da cópia única para uso privado do copista, sem intuito de lucro, ao inserir o parágrafo 4º no artigo 184, que exclui tal prática, de forma expressa, da incidência das penas previstas nos parágrafos precedentes. § 4o O disposto nos §§ 1o, 2o e 3o não se aplica quando se tratar de exceção ou limitação ao direito de autor ou os que lhe são conexos, em conformidade com o previsto na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, nem a cópia de obra intelectual ou fonograma, em um só exemplar, para uso privado do copista, sem intuito de lucro direto ou indireto.” (NR) Portanto, copiar obra integral, em um só exemplar, para uso exclusivamente privado, sem intuito de lucro, não é tipificado como crime.

Arquivo do blog